ACEITAÇÃO: PRIMEIRO NÍVEL DA FELICIDADE

aceitação

Tempo de leitura: 4 minutos |

Por mais que falemos em metas e objetivos de vida, o que realmente queremos em nossas vidas é nos tornarmos pessoas felizes, ou melhor, sermos felizes.

É ou não é verdade? Muito importante deixar claro que, em primeiro lugar, só existe um lugar e um momento para ser feliz: aqui e agora. A única verdade de nossa vida é que só vivemos o momento presente. O passado e o futuro são absolutamente psicológicos, por isso também são as maiores razões de nossos sofrimentos.

Traumas do passado ou ansiedade pelo futuro são certeza de insatisfação. Acreditar que só será feliz quando realizar suas metas, quando tiver 1 milhão no banco, quando comprar o carro dos sonhos, morar na mansão ou mesmo fazer aquela viagem.

Quantos de nós já realizamos metas e percebemos que nada mudou? A alegria dura pouco, pois nada que vem de fora pode nos dar felicidade.

O primeiro nível da felicidade é a aceitação

É difícil imaginar alguém radiante de energia, com um pneu furado numa estrada deserta, embaixo de uma chuva torrencial. Existem vários acontecimentos que, cá entre nós, não dá pra ficar entusiasmado.

O que fazer então? Bem, nesse caso, entra o nível mais básico da felicidade, a única coisa a ser feita é ter resignação e aceitar o momento presente. Ou você muda, se puder, ou então o aceite.

Quando você entra num estado de aceitação, de dizer SIM para a vida, você faz o que tem que fazer naquele momento com foco, prestando o máximo de atenção.

Foque no que está fazendo, viva o presente e você experimentará uma enorme sensação de paz. Experimente agora, principalmente se estiver numa situação na qual você está resistindo e impaciente.

Esse é o primeiro dos três níveis da felicidade. Lembre-se de escolher ser feliz!

Foto de Andrea Piacquadio no Pexels